8 de dezembro de 2022

jornalista assassinado


20/06/2015

Acusado de matar o jornalista Rodrigo Neto é condenado a 16 anos de reclusão

Alessandro Neves foi a julgamento nesta sexta-feira, dia 19, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais(TJ-MG), que determinou o cumprimento da sentença em regime fechado. O repórter foi assassinado em março de 2013, na cidade de Ipatinga, no Vale do Aço(MG).

03/10/2014

Acusados de matar jornalista no Maranhão pedem habeas corpus ao STF

Advogados querem que a Justiça conceda liberdade condicional aos dois acusados de serem os mandantes do crime até a data do julgamento. Décio Sá foi assassinado com seis tiros à queima roupa em 2012.

26/02/2014

Delegacia da Baixada Fluminense investiga morte de jornalista

Transferência do caso do jornalista Pedro Palma aconteceu a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro. De acordo com o delegado Pedro Henrique Medina, a Delegacia de Homicídios da Baixada teria mais recursos para levar as investigações à diante.

17/02/2014

Crachá do jornalista encontrado ao lado do corpo (Crédito: Celino Filho/Folha Democratica Jornal)

ABI e demais entidades jornalísticas repudiam assassinato de repórter

Organizações jornalísticas exigem apuração do caso e a Polícia Civil conclama ajuda da população e da Polícia Federal. Pedro Palma, de 47 anos, foi morto a tiros na porta de casa, no município de Miguel Pereira, no Sul do Estado do Rio.

06/02/2014

Assassino de Décio Sá vai voltar para presídio federal em Campo Grande

O pistoleiro Jhonathan de Sousa Silva foi condenado a 25 anos de prisão em regime fechado e deve cumprir a pena em um presídio de segurança máxima. Marcos Bruno Silva de Oliveira, que pilotou a moto usada na fuga do executor, foi condenado a 18 anos.

27/01/2014

Décio Sá

Acusados da morte do jornalista Décio Sá vão a júri em fevereiro

Os primeiros a sentar no banco dos réus serão Marcos Bruno de Oliveira, apontado como motorista de fuga, e o autor confesso do homicídio, Jhonatan Silva, que responderão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha.

10/01/2014

Relatório da CPJ aponta os lugares mais perigosos para jornalistas

Números são referentes ao período de 1992 até 2013, e colocam o Brasil como um dos países que apresentam o maior risco de morte aos jornalistas. Nas duas últimas décadas, 27 profissionais foram assassinados no País.

03/01/2014

IFJ repudia primeira morte de jornalista em 2014

Federação Internacional de Jornalistas manifestou seu repúdio pela morte do primeiro jornalista assassinado em 2014, no Paquistão. No Egito, jornalistas da Al Jazeera permanecem detidos desde 30 de dezembro, acusados de pertencer a um grupo terrorista.

02/01/2014

Organização internacional contabiliza 117 jornalistas mortos em 2013

Ano passado foi o segundo mais letal desde 1997, quando a IPI começou contabilizar o número de profissionais de imprensa assassinados durante o exercício de suas funções. Brasil registrou seis mortes.

02/01/2014

IFJ: 2013 registra queda de 10% no número de jornalistas mortos

Segundo Federação Internacional de Jornalistas, foram contabilizados no ano pelo menos 108 mortes de profissionais de imprensa no mundo. Apesar da ligeira queda, organização acredita que o número continua muito elevado e pede aos governos que tentem colocar fim à impunidade.


Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012