Nova Hartz celebra o legado de João Cândido no Sul


28/06/2016


foto roda de saberes

Candinho (quarto da direita para a esquerda) durante roda de troca de saberes

Adalberto Cândido, o Candinho, filho do Almirante Negro, líder da Revolta da Chibata, participou da Roda de Troca de Saberes e Fazeres nos 136 anos do Mestre dos Mares. O evento fez parte do roteiro de homenagens a João Cândido. nesta última terça (27/06), na cidade de Nova Hartz, no Rio Grande do Sul. O objetivo foi discutir a Pedagogia Griô, que norteia os Cursos de Formação Continuada para Professores da Rede de Ensino, que garante o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena.

imagem

Candinho (sexto da direita para a esquerda)

A integração de Candinho na agenda do curso de formação de professores é uma proposição do Lançamento Nacional da Confraria João Cândido Felisberto, que através da história do Almirante Negro quer contribuir com todas as lutas para enaltecer as personalidades negras, na perspectiva de produzir resultados práticos na desconstrução do racismo no Brasil.

Participaram na Secretaria Municipal de Educação de Nova Hartz, na Roda de Troca de Saberes e Fazeres com Mestre Candinho: a professora Giseli Adriana Schons – secretária municipal de educação de Nova Hartz, o professor Mauro Pereira – diretor-presidente da Autarquia Águas da Nascente, o jornalista Jesus Antunes – conselheiro da Associação Brasileira de Imprensa ABI Rio de Janeiro, o professor João Cândido de Oliveira Neto – Pesquisador da história de seu avô e vice-presidente da Confraria João Cândido, o Mestre Paulo Andrade – ativista social integrante da Associação Cultural Nelson Mandela, dentre outros que comemoraram a inclusão de Nova Hartz no roteiro do legado do Almirante Negro no Rio Grande do Sul.

Leia mais:

27/06/2016 – ABI e ONG homenageiam João Cândido em Porto Alegre

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012