Jornalistas falam sobre oportunidades no esporte


27/04/2016


logo reinventarA 100 dias da Olimpíada, que deve reunir em torno de 10.500 atletas de 206 países, o Reinventar JornalistasRJ prepara um painel que discutirá as oportunidades no jornalismo esportivo. Em sua sétima edição, na próxima quarta-feira, dia 4 de maio,o evento traz seis experientes jornalistas que fazem o que mais gostam, de modo criativo e prazeroso.

No painel ‘Rio 2016 – O legado olímpico no jornalismo esportivo’, Átila Santos, Cristina Dissat, Fábio Tubino, Roberto Falcão, Sérgio Carvalho e Sérgio Pugliese vão falar sobre caminhos a seguir e como conseguiram se destacar neste mercado do esporte, a paixão que mais movimenta dinheiro no mundo, em torno de US$ 1 trilhão ao ano.

O Reinventar  conta com o apoio da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Jornalistas&Cia / Portal dos Jornalistas, além do Café & Pauta, Rock Experience. Na mediação da mesa, estão os jornalistas Altamir Tojal, da ABI, e Ricardo Albuquerque, do Reinventar.

Gratuitas e limitadas, com foco nos jornalistas profissionais, as inscrições já começaram e podem ser feitas pelo Facebook (http://www.facebook.com/groups/jornalistasRJ) e confirmadas pelo formulário disponível no link do mural do evento. Informações pelo contato.jornalistas@gmail.com.

O encontro terá início, impreterivelmente, às 9h. Na chegada, às 8h30, os participantes são recebidos com o tradicional café colaborativo, mediante uma contribuição de cada um.

Reinventar JornalistasRJ: uma união de forças

A cada 15 dias, os voluntários que organizam o Reinventar JornalistasRJ realizam um painel com temas relevantes aos profissionais que, em muitos casos, estão em busca de um reposicionamento no mercado. O objetivo é apontar não somente novos caminhos, como também apresentar aos colegas cenários inovadores no exercício da profissão.

“O projeto foi criado em setembro de 2015, no auge dos grandes passaralhos que varreram as grandes redações do Rio, e hoje mobiliza mais e mais profissionais em busca de mudar o rumo de suas carreiras, pelas vias do empreendedorismo e da cultura da cooperação e da colaboração”, afirma a jornalista Rosayne Macedo, idealizadora e uma das coordenadoras da iniciativa.

Criado há cinco anos, o grupo JornalistasRJ já é considerado um caso de sucesso entre comunidades de jornalistas no Facebook, com mais de 10 mil seguidores, e vem, a cada dia, se consolidando como um espaço para reflexões e troca de conhecimento entre os profissionais. Com canais no Youtube e Twitter, recentemente lançou a fanpage Reinventar JornalistasRJ (https://www.facebook.com/reinventar.jornalistasrj), que pretende abrir um fórum de debates entre os participantes e divulgar a agenda do grupo.

Além dos painéis temáticos, são organizados eventos presenciais, como o Pauta S/A, encontro de networking com rodadas de negócios, com objetivo de proporcionar a geração de novos projetos na área, e o Quintal da Pauta, uma oportunidade de socialização de todos os participantes. O último encontro do Pauta S/A foi no Rock Experience, da jornalista Erica Ribeiro, e foi uma oportunidade ímpar para consolidar importantes parcerias.

Abaixo um breve resumo de cada um dos palestrantes que participam do Painel “Rio 2016: o legado olímpico no jornalismo esportivo”:

ÁTILA SANTOS – ‘Jornalismo Esportivo, uma constante e eterna reinvenção’

Em 32 anos no Jornalismo Esportivo, foi repórter de O Globo e da Revista Placar, produtor, editor e chefe de reportagem da TV Globo e editor do Sportv e editor-chefe dos programas Redação Sportv e Sportvnews, onde comandava equipe de 15 colaboradores.  Participou no México da cobertura da Copa do Mundo (1986) e no Brasil, das coberturas de seis Olimpíadas e seis Copas do Mundo. Foi editor de texto da Globonews e Globo Esporte. Atualmente, desenvolve o blog ‘Errinhos & Dicas’ e ministra o curso Edição de Texto para Jornalismo Esportivo em TVs aberta e a cabo. Faz ainda traduções (português-inglês), adaptações e revisões de livros.

CRISTINA DISSAT – ‘Case Blog Fim de Jogo: Um Novo Plano de Negócios em Comunicação’

Sócia-diretora da DC Press, criou o blog Fim de Jogo em 2004 que se transformou em um projeto de content marketing para testar novas ideias e propor aos clientes na área de saúde. É membro da diretoria da Associação de Cronistas Esportivos do Rio. Vizinha do Maracanã, criou o site para unir a paixão pelo futebol aos negócios. É do grupo de Influenciadores Digitais da Rio2016, do Flamengo e do Botafogo.

FÁBIO TUBINO – “No ano olímpico, a importância da cultura esportiva do jornalista”

Professor e jornalista, atua no jornalismo esportivo e cultural há 33 anos.  Foi âncora e comentarista da Rede Manchete de Rádio. Mestre em História, Memória e Documento pela UniRio, especialista em Administração e Marketing Esportivo, Gestão de Eventos e Docência do Ensino Superior. é professor de História do Esporte e de Ética e Legislação do Esporte  na Facha e no curso de pós-graduação em Jornalismo Esportivo e  Negócios do Esporte.É autor dos livros ‘Brasil Potência Esportiva Pan Americana’ e ‘Dicionário Enciclopédico Tubino do Esporte’.

ROBERTO FALCÃO – ‘Vida pós Jogos Olímpicos’

Gerente de Comunicação da Confederação Brasileira de Voleibol, atuou como gerente na área de Imprensa em comitês organizadores (Jogos Pan-americanos Rio 2007, Jogos Mundiais Militares Rio 2011, Copa das Confederações Brasil 2013, Copa do Mundo Brasil 2014 e Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016). É ainda professor das Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha) e mestrando do Programa de Pós-graduação em Mídia e Cotidiano da Universidade Federal Fluminense (UFF). Trabalhou no Jornal do Brasil (subeditor de Esportes) e no diário Lance! (editor), entre outras publicações.

SÉRGIO CARVALHO – ‘Os negócios esportivos na mídia’

Jornalista formado pela Facha com pós-graduação em Marketing, é professor na Universidade Estácio de Sá e apresentador do programa ‘O Negócio é Esporte’, sobre marketing esportivo, na Bradesco Esportes FM (Grupo Bandeirantes de Rádio). Especialista em estratégia de programação em rádio, foi produtor-executivo da Rádio Globo e coordenador nacional da Rádio CBN. Apresentou o CBN Esporte Brasil. Gerenciou a divisão de esportes da TVE Brasil, a programação da Rádio Nativa FM e o jornalismo da Rádio Paradiso FM. Trabalhou na Rádio JB e em assessorias de imprensa. Como publicitário foi da agência J. Walter Thompson. Implantou a Rádio SuperVia e a Rádio Lance! para o novo modelo de cross media do diário esportivo. Foi o responsável por formatar e dirigir o programa ‘Rock Bola’ na Rádio Cidade.

SERGIO PUGLIESE – ‘Como criar projetos inéditos em esportes’

Iniciou sua carreira como repórter do Jornal do Brasil há mais de 20 anos. Ganhou dois Prêmios Esso e chefiou equipes de Cidade, Economia, Entretenimento e Política em O Dia, Jornal do Brasil e O Globo, no qual comandou os 40 repórteres da editoria Rio, a maior equipe de cobertura local do país. Pugliese saiu do jornal em novembro de 1999 para se associar à Approach. É autor do blog ‘A Pelada como ela é’, no Globo Online, e criou e comanda o projeto ‘Museu da Pelada’.

Serviço:

7º Encontro Reinventar JornalistasRJ

Tema: Painel “Rio 2016: o legado olímpico no jornalismo esportivo”

Local: Associação Brasileira de Imprensa – ABI

Endereço: Rua Araújo Porto Alegre 71 – 7º andar – Centro – Rio de Janeiro

Data: 4 de maio de 2016, quarta-feira

Horário: 8h30 às 12h30

Inscrições: Gratuitas e limitadas, pelo grupo – https://www.facebook.com/groups/jornalistasRJ/, e no formulário online disponível no mural do evento

Público-alvo: Jornalistas profissionais (estudantes podem se inscrever como observadores)

Informações: https://www.facebook.com/reinventar.jornalistasrj

reinventar.jornalistasrj@gmail.com

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012