EBC estuda novo plano de demissão voluntária


10/11/2016


ebc94716A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) decidiu implementar um novo modelo de estrutura organizacional para se adequar à Medida Provisória (MP) 744, que alterou a lei de criação da emissora e reduziu o número de diretorias.

De acordo com a Agência Brasil, a estrutura visa modernizar a gestão e assegurar a manutenção de 70% dos cargos de livre provimento para os empregados do quadro permanente. A ocupação das diretorias e coordenações foi autorizada pelo novo Conselho de Administração (Consad), que foi estendido e está sob o comando do secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República, Márcio Freitas.

A iniciativa também busca trazer equilíbrio da folha de salários para a criação de um futuro plano de cargos e remuneração. A empresa possuiu mais de 2.500 funcionários. A maioria deles estão no quadro permanente.

Com o objetivo de afinar gastos e racionalizar os processos de gestão, a EBC planeja ainda adotar um Plano de Demissão Voluntária (PDV), que deve ser orientado pela Secretaria de Empresas Estatais do Ministério do Planejamento.

A economia resultada das alterações na empresa será revertida para o caixa da empresa, que também deve priorizar a construção de um plano de trabalho para fortalecer os sistemas públicos de rádio, TV, agências de notícias e novas mídias.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012