18 de agosto de 2022


ABI repudia violência contra jornalistas no Rio


07/02/2014


Momento em que Santiago Ilídio Andrade é atingido por um artefato (Crédito: Reprodução)

Momento em que Santiago Ilídio Andrade é atingido por um artefato (Crédito: Reprodução)

“A Associação Brasileira de Imprensa(ABI) manifestou nesta sexta-feira, dia 7 de fevereiro, sua solidariedade com o repórter cinematográfico Santiago Ilídio Andrade, da TV Bandeirantes, atingido por um artefato explosivo durante a cobertura da manifestação realizada nesta quinta-feira, 6, no Centro do Rio, contra o aumento das tarifas de ônibus do município.

A ABI, que teve atuação destacada contra a ditadura militar nos anos 1964-1985, e, na qualidade de instituição devotada à defesa dos direitos humanos e liberdades públicas, deplora o comportamento dos agressores e exige a imediata apuração dos responsáveis pelos inadmissíveis ataques cujos alvos são freqüentemente profissionais de imprensa no exercício de sua missão de informar a sociedade.

No ano de 2013 foram contabilizados 114 casos de agressão a jornalistas durante manifestações em todo o País. Desde o início de 2014, três profissionais de imprensa já sofreram ataques.

Rio de Janeiro, 7 de fevereiro de 2014

Fichel Davit Chargel

Presidente da ABI”

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012