ABI lamenta a morte do repórter cinematográfico Santiago Andrade


10/02/2014


A Associação Brasileira de Imprensa, enlutada, exige a rigorosa punição dos responsáveis pela morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Ilídio Andrade, anunciada nesta segunda-feira, 10 de fevereiro.

A ABI, Casa do Jornalista, conclama a sociedade para um amplo debate em torno do relevante papel da imprensa do Estado Democrático de Direito e para a imperiosa necessidade de regulamentação de leis que ampliem e reforcem a segurança dos profissionais de imprensa no exercício da profissão.

De centenária tradição na luta pelas liberdades democráticas, a ABI manifesta apoio aos protestos e à expressão do povo brasileiro nas ruas, entretanto repudia a violência que atinge nossa categoria em escala exponencial.

Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 2014.

Fichel Davit Chargel

Presidente da ABI

ASSOCIADO:

NÃO DEPOSITE EM CONTA DA ABI.

DEPÓSITO EM CONTA  NÃO É IDENTIFICADO.

PAGUE COM O BOLETO OU NA TESOURARIA.