Bahá’ís: julgamento é adiado no Irã


11/02/2010


O Tribunal do Irã suspendeu, no último dia 7, a segunda sessão de julgamento dos líderes bahá’ís Afif Naeimi, Behrouz Tavakkoli, Fariba Kamalabadi, Jamaloddin Khanjani, Mahvash Sabet, Saeid Rezaie, Vahid Tizfahm. Eles estão detidos há dois anos na prisão de Evin, no Teerã, sob as acusações de espionagem, atividades de propaganda contra a ordem islâmica, estabelecimento de administração ilegal, cooperação com Israel, envio de documentos secretos para fora do país, ação contra a segurança do país, e corrupção na terra. Segundo a Comunidade Internacional Bahá’í, a sessão foi cancelada sem que fosse marcada nova data para o julgamento. Ao longo do primeiro ano de prisão, os líderes, que alegam inocência, não tiveram acesso a advogados e desconheciam as acusações. A primeira sessão de julgamento ocorreu em 12 de janeiro último, quando foram acusados formalmente na 28ª Vara da Corte Revolucionária em Teerã. As informações são da Comunidade Internacional Bahá’í.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012