Três jornalistas da emissora Al Jazeera são detidos em Paris nesta quarta, 25


Por Igor Waltz*

25/02/2015


Três jornalistas da rede de televisão Al-Jazeera foram detidos após pilotarem um drone, na tarde desta quarta-feira, 25 de fevereiro, em um parque em Paris. As detenções ocorrem após os misteriosos sobrevoos, durante duas noites consecutivas, de pequenos veículos aéreos não tripulados em várias partes da capital francesa, que preocuparam as autoridades e provocaram a abertura de uma investigação.

“Não é possível, por enquanto, relacionar essas detenções com os voos observados anteriormente”, indicou uma das fontes ligadas à investigação.

Os jornalistas, de 34, 52 e 68 anos, trabalham no serviço internacional da Al-Jazeera, mas suas identidades e nacionalidades não foram divulgadas. Eles foram detidos no Bois de Boulogne, no oeste de Paris. Pilotar um drone sem autorização é proibido na capital francesa.

“O primeiro pilotava o aparelho, o segundo filmava e o terceiro olhava”, segundo a fonte.

Quase dois meses após os atentados jihadistas na capital francesa, Paris foi, pela segunda noite, sobrevoada “ao menos cinco vezes” por um ou mais dispositivos teleguiados, de acordo com fontes da polícia.

Nas últimas semanas, os sobrevoos de drones se multiplicaram na França, inclusive sobre locais sensíveis, centrais nucleares, o palácio presidencial e a embaixada americana.

* Com informações da AFP.

“Os artigos do site não refletem, necessariamente, a opinião da Diretoria da ABI”