Rádio é alvejada durante transmissão no Paraguai


Por Claudia Sanches

12/09/2016


radio-e-atingida-no-paraguai

A rádio Amambay, em Pedro Juan Cabalero (Foto: Reprodução)

A locutora Patricia Ayala pediu socorro ao vivo: “Atentado na rádio, nos atiraram uma bomba, chamem a polícia e ambulância, por favor”.

A rádio tem programas que denunciam a violência na região e já foi alvo de outros ataques. No ano passado, duas antenas foram derrubadas e há dois anos mataram um jornalista da empresa. Uma rádio foi atacada durante uma transmissão ao vivo no Paraguai, nesse sábado (10). A suspeita da polícia é de que seja uma represália de traficantes. A rádio Amambai fica em Pedro Juan Caballero.

A imagem da câmera de segurança mostra um homem jogando algo sobre o telhado. A bomba foi jogada no teto, o telhado e forro foram abaixo. Nesse momento, era transmitido um programa diário. Em um lado da mesa estava a locutora e do outro lado um convidado. Os dois ficaram feridos, mas passam bem.

 

A rádio pertence à família do senador Robert Acevedo, presidente do Congresso paraguaio, que também denuncia a ação de narcotraficantes no país. Seis anos atrás, o senador foi vítima de uma emboscada em Pedro Juan e o carro alvejado. A polícia paraguaia investiga o ataque à rádio. Os homens que jogaram a bomba teriam fugido para o lado brasileiro.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012