3 de outubro de 2022


Morre o jornalista Moacyr Andrade


19/07/2021


Jornalista de primeira linha e um dos sócios mais presentes da ABI,
Moacyr Andrade, o Moa, morreu de Covid nesta segunda-feira, 19.
“Amigo de todos, tinha um dos melhores textos jornalísticos do país, além de ser um dos mais respeitados críticos de música popular do jornalismo carioca”, lembra o presidente Paulo Jeronimo.

NOTA DA ABI

O piauiense de Piripiri, Moacyr Andrade, o Moa, era um jornalista de primeira linha e um dos sócios mais presentes da ABI. Comunista muito doce e amigo de todos, tinha um dos melhores textos jornalísticos do país, além de ser um dos mais respeitados críticos de música popular do jornalismo carioca.

Moacyr nos deixa, aos 85 anos, como mais uma vítima da Covid depois de vencer um enfarte e duas infecções. Sua passagem pelo Jornal do Brasil, onde trabalhou 40 anos como copy desk e subeditor do Caderno B, marcou para sempre o jornalismo brasileiro.

Paulo Jeronimo

Presidente da ABI

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012