28 de novembro de 2022


Declama na ABI anuncia mais uma edição dia 28/06


26/06/2018


O Declama na ABI, que está aberto a todo público e tem a entrada gratuita, é coordenado pelo conselheiro Carlos Rocha, e está sob direção do Diretor de Cultura e Lazer da entidade Jesus Chediak.

O autor

Médico nas horas vagas, um poeta à procura da hora, casado com a medicina, mas sua amante é a poesia! Antonio Gutman é natural de São Luís do Maranhão e reside no Rio de Janeiro. É médico-patologista, formado em 1974. Tem 5 livros publicados: Caminhos, Encontro Pagando Micros (com Reynaldo Sanchez e Fernando Sá formando o Trio Los Três), Dr. Formol e Bar.

 A obra segundo o editor Jorge Ventura

A leitura se torna divertida e prazerosa quando verificamos que há inteligência, irreverência e perspicácia em “Rhumo ao Humor”. A começar pelo título: “Rhumo com h” compõe um anagrama com a palavra “humor”.

Gutman, influenciado por Leminski e Bukowski – seu mais recente ídolo e alvo de estudos – adota uma linguagem simples e bem-humorada para falar das coisas comuns da vida e, nem por isso, menos importantes. Ora romântico, sonhador; ora mordaz e fescenino, mas nunca vulgar.

Apesar de consciente do atual mundo frio, violento e tecnológico, dos sistemas políticos corruptos, e das relações afetivas instantâneas, seus versos, de reflexão descomprometida, passeiam entre o delírio e o dilema, as vicissitudes e as inquietações humanas. O autor parece nos convidar para um bate-papo num bar ou num divã de psicanalista.

É ele. O antônimo e o sinônimo. Ambos pedindo sempre uma pluralidade sem o próprio desejo da persona e personagem que é Antonio Gutman. O mantônico. Um bio e um biotônico. Sim. É isso mesmo. Biotônico. Ele já é tudo isso porque não é tudo uísque. Orelha… Fazer uma orelha para uma figura brilhante se ele já tem duas ovas no ouvido em vez de “O Ovo” como um novo texto.

Poeta e médico Antonio Gutman

Ele não é Van Gogh que só vendeu um quadro em toda a sua vida. Já vendeu muitos livros e como ele sempre diz: – Vendi tantos e doei o restante. É a sua função. Posso até falar desse comediante e humorista na orelhada, mas não é a intenção.

Ele (Gutman) desestrutura o estruturado. Claro que sim. É só desestruturando que provoca o riso fugindo totalmente da formalidade. Ele é uma espécie de Tom Zé, se não me engano, também é Antônio. E se me enganei é porque sou mesmo um Zé Mané. É o que basta. Ele vai me responder, que é o que busco. É assim. É assado. É asado. Vive voando, “Pagando Micros” e apagando os micos. Depois de “Bar”, agora vem com “Rhumo ao Humor” colocando um H no seu húmus de ironia.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012