Prêmio foca qualidade de vida do trabalhador


22/06/2016


site_01 (1)A Federação das Indústrias de Santa Catarina abriu inscrições para o Prêmio Fiesc de Jornalismo 2016. As reportagens devem focar a economia industrial catarinense ou temas relacionados, como educação e qualidade de vida do trabalhador; competitividade, tecnologia e inovação; ambiente para negócios e responsabilidade socioambiental. Para se inscrever, acesse o site www.fiesc.com.br/premio

O valor da premiação soma R$ 75 mil. Podem concorrer reportagens ou séries publicadas ou veiculadas no período de 16 de setembro de 2015 a 19 de setembro de 2016, em veículos impressos, internet, televisão e rádio. O primeiro lugar em cada categoria receberá R$ 20 mil; o segundo colocado em cada categoria será premiado com R$ 3,5 mil; e o terceiro colocado em cada categoria será reconhecido com R$ 1,5 mil. O Prêmio é o reconhecimento da indústria a profissionais que registram a contribuição do setor produtivo ao desenvolvimento de Santa Catarina.

O envio do material deve ser feito via internet, por meio de upload no site do Prêmio. Informações adicionais pelo telefone (48) 3231-4734. Podem concorrer reportagens ou séries publicadas ou veiculadas no período de 16 de setembro de 2015 a 19 de setembro de 2016, em veículos impressos, internet, televisão e rádio.

O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Glauco José Côrte, disse que o lançamento do prêmio é um momento importante para registrar o apreço e o orgulho que a indústria tem da imprensa catarinense.

“Tenho consciência de que sem a imprensa, certamente, o trabalho que o setor produtivo, particularmente o executado pela Fiesc e a indústria, não teriam a dimensão que, de fato, tem. Com a avaliação, a cobertura que dão e as críticas que fazem, sempre consideramos uma oportunidade de melhorarmos nosso trabalho”, disse Côrte, destacando que as ponderações são importantes para atender melhor a indústria, a economia e a sociedade catarinense.

“Cada vez queremos ampliar mais a nossa transparência e, para isso, é importante termos uma imprensa vigilante, atenta, e, sobretudo, competente, como é a de Santa Catarina”, avaliou.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012