Futebol e arte no CCBB


11/06/2010


Caricaturas Dálcio

O Centro Cultural Banco do Brasil(CCBB) celebra o Campeonato Mundial de Futebol 2010 com uma série de eventos dedicados ao esporte, como a exposição “Craques do cartum na Copa”, em cartaz até 11 de julho no Rio de Janeiro, e até 18 de julho em São Paulo, oficinas de artes gráficas, e um telão para os visitantes acompanharem os jogos da seleção brasileira.

Com entrada franca, a exposição reúne cartuns, charges e caricaturas sobre o futebol assinadas por Cárcamo, Chico Caruso, Dálcio Machado, Fernandes, Gustavo Duarte, Henfil, Mauricio de Sousa, Miécio Caffé, Otávio, Paulo Caruso e Ziraldo. Há trabalhos inéditos, como o personagem Dieguito que Mauricio de Sousa desenvolveu para Maradona.

O objetivo é resgatar e divulgar o papel do futebol na cultura brasileira através da arte de consagrados mestres do traço nacional, que retrataram atletas, jogadas e momentos de emoção em diversas edições da Copa do Mundo.
—Durante os próximos meses, o País fica voltado para a Copa do Mundo de Futebol. O CCBB, como espaço de reflexão e debate, neste momento de grande envolvimento com o esporte, oferece ao público a oportunidade de apreciar também o futebol fora do que acontece entre as quatro linhas, apresentando criações artísticas e discutindo a cultura do jogo e suas implicações, sublinha o Diretor do CCBB Rio de Janeiro, Marcos Mantoan.

A curadoria do evento é do cartunista e jornalista Jal, José Alberto Lovetro, Presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil, que vai ministrar oficinas sobre o humor gráfico e os quadrinhos como ferramentas de ensino para professores, pesquisadores e agentes educacionais.

—“Craques do cartum na Copa”, reúne onze cartunistas que formam um timaço, comemora Jal.

A cenografia de Jefferson Candotti simula um campo de futebol com gramado, torcida e os jogadores convocados para a Copa do Mundo 2010, em tamanho natural, assinados pelos cartunistas Jal e Carvall. Recursos audiovisuais completam o ambiente que conduz o visitante à atmosfera alegre do futebol.

—Esta exposição visa ao reconhecimento e à valorização do talento e da criatividade de nossos artistas gráficos brasileiros, que, assim como o nosso futebol, são respeitados em todo o mundo, ressalta Marcelo Mendonça, Diretor do CCBB São Paulo.
O catálogo da exposição apresenta texto de abertura de Hélio de la Pena, da equipe Casseta & Planeta, em homenagem a Bussunda.

—Torcedor fanático do bom futebol e do humor de qualidade, figura física que chegava a se assemelhar a uma caricatura ambulante, Bussunda arrancava gargalhadas mesmo parado numa fila de banco. Desde 1994, esta é a primeira Copa que o Brasil não verá Bussunda tirando sarro dos cabeças de bagre que disputam o Mundial. É a primeira Copa que o treinador da seleção canarinho não será zoado por ele. Mas as toupeiras do nobre esporte bretão não terão motivo para respirar aliviadas. Ao primeiro vacilo, sabem que serão alvo da crítica fina, inteligente e sacana desse time de feras do humor brasileiro, diz o humorista.

A exposição pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 20h, no CCBB São Paulo(Rua Álvares Penteado, 112, Centro), e de terça a domingo, das 10h às 21h, no Rio de Janeiro(Rua Primeiro de Março, 66, Centro). Informações sobre as oficinas e o telão durante os jogos do Brasil estão disponibilizadas no endereço www.bb.com.br/cultura.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012