FIJ repudia prisão de jornalista somali


26/02/2010


A Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) divulgou comunicado exigindo a libertação do jornalista somali Ali Yusuf Adan, preso no último dia 21, na região Baixo Shabelle, controlada pela milícia islâmica Al-Shabaab. Correspondente da Rádio Somaliweyn, Adan foi detido após a publicação de matéria sobre o assassinato de um homem, supostamente cometido por membros da milícia. Segundo o Diretor da FIJ para África, Gabriel Baglo, “o clima de terror contra jornalistas no país é inaceitável”. De acordo com o Sindicato Nacional dos Jornalistas Somalís (Nusoj), a imprensa local está sofrendo forte censura imposta pela milícia. As informações são da agência Panapress.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012