3 de dezembro de 2022


Brasil: 25 casos de jornalistas mortos seguem impunes


25/10/2017


O caso Gleydson Carvalho

25 casos de jornalistas brasileiros assassinados continuam impunes. O levantamento foi feito pelo Comitê para Proteção dos Jornalistas (Committee to Protect Journalists) e inclui crimes desde 1992.  O número de profissionais assassinados, porém, foi ainda maior. Ao todo, 39 jornalistas foram mortos no período analisado pelo CPJ.

Apreensiva com a escalada de violência, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) lançou uma série de reportagens inéditas em vídeo  sobre a violência contra jornalistas.

Por meio do Programa Tim Lopes, da Abraji, os repórteres Bob Fernandes, Bruno Miranda e João Wainer produziram longas reportagens contando as histórias dos jornalistas assassinados. Eles viajaram por Ceará, Bahia, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul para relatar sobre os crimes.

A equipe da Abraji promete dar continuidade à série. Confira o material aqui.

Agência Lupa

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012