19 de agosto de 2022


Dossiê revela censura em matérias da EBC


18/09/2020


Foto : Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Uma comissão de funcionários da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e representantes de sindicatos de jornalistas e radialistas de São Paulo, do Rio de Janeiro e do Distrito Federal contabilizaram 138 denúncias de “censura ou governismo” em pautas e matérias da empresa realizadas de janeiro de 2019 a julho de 2020. O levantamento também é assinado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha. A EBC, vinculada ao governo, tem TV, rádios e agência de notícias.

Segundo o dossiê, a empresa deixou de cobrir fatos ligados ao assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, além de violação dos direitos indígenas e interdição de fontes como a Anistia Internacional e a Human Rights Watch. O relatório também aponta que temas como desmatamento da Amazônia, negacionismo científico sobre a Covid-19 e histórias de perdas relacionadas à doença sequer entraram em pauta.

O balanço também denuncia publicações protecionistas em relação ao ex-ministro Abraham Weintraub, da Educação, e à ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos. Questionada pela coluna, a EBC não respondeu​.

O levantamento se baseia em relatos enviados por meio de formulário online e será encaminhado a organizações da sociedade civil. (Fonte: metro1.com.br)

Abaixo dossiê na íntegra, que será divulgado nesta segunda-feira, 21. 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012