Cinegrafista é morto na Tailândia


12/04/2010


O cinegrafista da agência Reuters Hiro Muramoto, 43 anos, morreu neste sábado, dia 10, quando cobria um confronto entre militares e manifestantes em Bangcoc, capital da Tailândia. Muramoto foi baleado no peito durante o conflito que resultou em oito mortos e mais de 500 feridos, segundo o governo local. O cinegrafista, que deixa dois filhos pequenos, trabalhava há mais de 15 anos para a Reuters em Tóquio e tinha chegado à Tailândia no último dia 8. David Schlesinger, editor-chefe da Reuters, lamentou a morte de Muramoto e chamou a atenção para os riscos enfrentados pelos profissionais de imprensa: —O jornalismo pode ser uma profissão tremendamente perigosa quando aqueles que tentam contar os fatos ao mundo acabam arrastados ao centro de ação. Toda a família Reuters está de luto pela tragédia. As informações são da Reuters.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012