6 de julho de 2022


CIDH pressiona Governo por crimes contra jornalistas


30/01/2018


Corte Interamericana de Direitos Humanos (Imagem: Reprodução)

A Corte Interamericana de Direitos Humanos se manifestou sobre as mortes de Ueliton Brizon e Jefferson Pureza, jornalistas brasileiros assassinados este mês.

Além de condenar o ocorrido, a relatoria especial pela liberdade de expressão da instituição pressionou as autoridades brasileiras a esclarecerem os crimes.

O órgão lembrou, ainda, da “obrigação dos estados” de investigarem e adotarem medidas efetivas para prevenir a violência contra profissionais da comunicação.

Brizon e Pureza foram executados nos dias 16 e 17 de janeiro em Rondônia e Goiás, respectivamente.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012