26 de novembro de 2022


ABI: vazamento foi usado para acuar imprensa


25/05/2017


A Procuradoria Geral da República negou, em nota oficial, que tenha participado da quebra de sigilo do diálogo entre o Jornalista Reinaldo Azevedo e sua fonte Andréa Neves, irmã do senador Aécio Neves. O desmentido da PGR não diminui, entretanto, a gravidade desse lamentável episódio.

A ABI ressalta que os esclarecimentos da PGR infelizmente não reparam os danos causados à Democracia e ao País neste momento particularmente delicado da vida nacional. A entidade destaca ainda que o verdadeiro objetivo desse “vazamento seletivo” não foi só atingir o jornalista Reinaldo de Azevedo, mas intimidar toda a imprensa Brasileira, ao misturar o público com o privado.

Segue Nota Oficial da ABI:

 

Publicado em: 25 maio, 2017 às 15:06

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012