Violência no Congo


28/09/2011


A Rede Paz para o Congo, que reúne missionários que trabalham na República Democrática do Congo, denunciam o avanço da violência no país, no período que antecede as eleições presidenciais, marcadas para o dia 28 de novembro próximo.
 
“Existem todos os pressupostos para que a eleição de novembro seja violenta. A guerra verbal cresceu até atingir proporções degeneradas de violência, com repressão a manifestações populares, espancamento de jornalistas, destruição de sedes de partidos políticos e muitas mortes. Os políticos, independentemente do partido, parecem ignorar os princípios básicos do processo eleitoral. Aplaudem o advento da democracia, mas estão arraigados a uma desprezível intolerância política. É indispensável um mínimo de consenso entre as partes envolvidas no processo eleitoral para salvar toda a nação de um novo ciclo de violência. O fato de registrar atos de violência já nesta época pré-eleitoral é um mau sinal para o futuro”, diz a organização.
 
Recentemente, uma jornalista foi ameaçada por um deputado. O caso resultou em uma manifestação que reuniu centenas de jornalistas. Nos últimos cinco anos, nove profissionais de imprensa foram assassinados no Congo.
 
*Com Verbonet.com.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012