Velado em Porto Alegre o corpo da jornalista Maria Isabel Hammes


Por Igor Waltz*

06/10/2014


Jornalista Maria Isabel Hammes (Foto: Adriana Franciosi/Agência RBS)

Jornalista Maria Isabel Hammes (Foto: Adriana Franciosi/Agência RBS)

Foi velado na manhã desta segunda-feira, 6 de outubro, no Crematório Metropolitano São José, em Porto Alegre, o corpo da colunista do jornal Zero Hora Maria Isabel Hammes. A jornalista, de 55 anos, estava internada no Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre e morreu neste domingo em decorrência de um câncer, diagnosticado em junho. A jornalista deixa marido e dois filhos.

Bela, como era conhecida, era um dos principais nomes do jornalismo econômico no Rio Grande do Sul. Ela entrou no jornalismo inspirada pelo pai, Hugo Hammes. Em 1980, logo após se formar pela PUC-RS, conseguiu seu primeiro emprego, na Empresa Jornalística Caldas Jr, na extinta Folha da Tarde. Antes de trabalhar em Zero Hora, teve passagens como repórter do jornal O Estado de S. Paulo, em 1984, na sucursal de Porto Alegre.

No jornal gaúcho, foi repórter, chefe de reportagem, editora e colunista. Na carreira dedicada à economia, viajou pelo País e pelo mundo em coberturas especiais e conheceu os principais líderes empresariais do Estado e as grandes personalidades econômicas do Brasil, que a conheciam pelo apelido. Atuou em coberturas históricas, como o lançamento do Plano Real, as grandes crises financeiras internacionais e o crescimento dos Tigres Asiáticos.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012