6 de julho de 2022


TIM LOPES VIVE!


30/05/2022


Há 20 anos, em 2 de junho de 2002, o jornalista Tim Lopes foi capturado, torturado e assassinado por traficantes quando fazia uma reportagem para a TV Globo sobre abuso de menores e tráfico de drogas no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Sua morte mudou os protocolos de segurança para os jornalistas em campo e virou um símbolo da luta pela liberdade de imprensa e pelo livre exercício da profissão.

Nesta quinta-feira (2/6), às 16h, os 20 anos da morte de Tim Lopes serão lembrados em ato no auditório do 9º andar da Associação Brasileira de Imprensa. Além da ABI, participam da organização do ato a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

No momento em que crescem os ataques a jornalistas — e à própria imprensa — no país, os 20 anos da morte de Tim Lopes se revestem de grande simbolismo.

Segundo dados da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), foram registrados 430 ataques a jornalistas em 2021, o maior número desde que foi iniciado o levantamento, na década de 1990.

O crime ampliou o debate sobre a integridade física dos jornalistas no exercício da profissão, e sobre a própria segurança pública. A luta pela apuração dos fatos e a punição dos culpados, capitaneada por jornalistas, foi essencial para que não houvesse impunidade.

Vamos lembrar juntos os 20 anos da morte de Tim Lopes e celebrar o legado do jornalista.

Tim Lopes vive!

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012