28 de novembro de 2022


Soltos jornalistas turcos acusados de terrorismo


08/05/2018


O “Cumhuriyet” é um dos mais tradicionais jornais da Turquia. Dezoito profissionais do jornal Cumhuriyet, acusados de colaborar com organizações terroristas, foram libertados. Se condenados podem pegar oito anos de prisão. A Turquia é o país que mais prende jornalistas no mundo.

Após uma tentativa de golpe no país em 2016, o governo do presidente Erdogan promoveu uma verdadeira caça ao que classifica de terroristas e golpistas. Segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras (RFS) a Turquia é o país que tem o maior número de jornalistas presos ou em liberdade provisória.

Relatório da RSF aponta que quase metade dos profissionais de imprensa que estão na cadeia no mundo é da Turquia.

O “Cumhuriyet” rejeitou as acusações, afirmando que o governo procura silenciar um dos últimos órgãos da imprensa escrita independentes no País.

Segundo a RSF, a Turquia vem caindo no ranking de liberdade de imprensa e hoje ocupa a posição nº 152. A Noruega lidera. O Brasil é o 102º e o último da lista é a Coreia do Norte em 180º .

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012