RBS lança grupo de investigação jornalística


05/12/2016


rbs

 

O jornal Zero Hora publicou reportagem sobre o lançamento do Grupo de Investigação (GDI), integrado por jornalistas de jornal, rádio e TV que vão trabalhar na apuração de denúncias que impactam a vida do cidadão. O GDI, que surge em momento de debate mundial sobre o papel do jornalismo, está sustentado na crença de que a investigação jornalística é essencial para a democracia e para a transformação da sociedade.

“O jornalismo investigativo é fundamental para a sociedade, especialmente em uma era em que as desinformações circulam em larga escala pelas redes sociais. O Grupo RBS tem tradição de décadas em reportagem investigativa e, agora, com a criação do GDI, reafirma em mais um grande passo seu propósito de informar para transformar positivamente a sociedade”, diz o vice-presidente Editorial do Grupo RBS, Marcelo Rech.

A equipe é formada por nove repórteres e um editor, todos com experiência em investigação, mas cada um com habilidade em diferentes áreas, como infiltração jornalística, crimes do colarinho branco, desvios no serviço público, temas das áreas policial e política e bancos de dados.

“Poucas redações no mundo investem em um grupo de repórteres focado em investigações. Reportagens desse tipo exigem tempo: algumas levam meses para serem concluídas. Em compensação, são o tipo de jornalismo que tem mais poder de transformar, na sociedade, aquilo que está errado. Ao criar este time, as redações estão dando contribuição ainda maior à comunidade onde atuam”, afirma a diretora de Redação de Zero Hora e jornais RS, Marta Gleich.

Na redação integrada de Zero Hora e Diário Gaúcho, os repórteres vão trabalhar em uma área reservada, modelo inspirado na equipe Spotlight, do jornal americano Boston Globe. Os demais integrantes vão produzir seus materiais nas redações da Rádio Gaúcha e RBS TV.

“Um grupo de investigação traz resultados diretos, lançando luz em realidade que normalmente poderia permanecer clandestina e motivar mudanças. Mas também é foco de desenvolvimento de técnicas de apuração que vão influenciar todas as nossas atividades. Importante também ressaltar que para manter este núcleo há um investimento em toda a cadeia de produção, em tecnologia, captação, edição capacitada e suporte jurídico”, explica Cezar Freitas, diretor de Jornalismo da RBS TV.

Para o gerente de Jornalismo da Rádio Gaúcha, Cyro Martins Filho, a iniciativa vai qualificar o trabalho que hoje os veículos da RBS já fazem:

“Um grupo especial, dedicado a pautas especiais, certamente trará resultados especiais: é uma forma de centrar os esforços nesses resultados, que já temos hoje, mas de certa forma dispersa”, observa.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012