9 de agosto de 2022


Programa invade celular de jornalistas em 45 países


04/10/2018


Um programa espião pode ter invadido os celulares de jornalistas de 45 países, incluindo Brasil, Estados Unidos, México, Argélia, Reino Unido, Arábia Saudita, Cazaquistão, Israel, Bahrein, Marrocos, Togo e Emirados Árabes. A informação faz parte de um relatório divulgado em setembro pelo Citizen Lab. A pesquisa, porém, não revelou o número total de aparelhos infectados. Pessoas ligadas à defesa de direitos humanos, investigadores internacionais, opositores a sistemas políticos e outros membros influentes na sociedade civil também foram vítimas do ataque. Batizado de Pegasus, o spyware permite a coleta, registro e monitoramento de dados contidos no celular como senhas, listas de contatos e calendários. O vírus afeta aplicativos de mensagens, arquivos de dados, chamadas e as informações de localização em tempo real em aparelhos com diversos sistemas operacionais. Além disso, ele possibilita ativar remotamente tanto o vídeo quanto o microfone.

O Citizen Lab é um laboratório interdisciplinar ligado à Universidade de Toronto, no Canadá, que desenvolve pesquisas ligadas a tecnologias de comunicação, direitos humanos e segurança global. De acordo com a instituição, as principais vítimas atuavam em países com histórico de desrespeito aos direitos humanos e cerceamento de liberdades.

Fonte: Portal Imprensa

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012