Presos suspeitos de atentado em PE


10/06/2010


Três homens foram indiciados no inquérito que investiga o atentado contra o jornalista Gilvan Luiz Pereira, editor e dono do Jornal Sem Nome, de Juazeiro do Norte, no Ceará. Gilvan foi seqüestrado e torturado em 20 de maio último. O jornalista fazia críticas no jornal à administração da Prefeitura e chegou a denunciar que estava recebendo ameaças de morte. Segundo o Delegado Levi Leal, os suspeitos são os guardas municipais Cícero Fecundo Sampaio e Resilânio Argeu dos Santos, que trabalham como segurança do Prefeito da cidade, Manoel Santana, e ainda Ademilton Alves Vieira, que seria o proprietário do veículo utilizado no crime. A Polícia informou um dos criminosos deixou cair o celular dentro do carro. Parentes e colegas de profissão de Gilvan Luis realizaram uma manifestação em frente à sede da Prefeitura de Juazeiro do Norte, em repúdio às agressões sofridas por Gilvan.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012