Petrobras anuncia demissão de mais de 500 em reforma na área de comunicação


Por Claudia Sanches*

14/10/2015


Com a demissão de 511 profissionais do seu quadro de funcionários, a Petrobras inicia reformulação no setor de comunicação. A medida inclui, além de jornalistas,  áreas de atendimento à imprensa, comunicação interna, mídias sociais, publicidade e patrocínios.

A lista de demitidos inclui profissionais de nível superior como jornalistas e publicitários, mas também de nível médio como auxiliares administrativos.

Segundo a Folha de S. Paulo, a estatal pretende reduzir a equipe de 1.146 profissionais para 635, um corte de 45% na força de trabalho. As demissões afetam os funcionários terceirizados. O departamento deverá ter 70% de concursados e 30% de terceirizados.

A empresa também reduzirá o número de gerentes de 37 para 6 e centralizará a estrutura do departamento de comunicação.

Não está definido em quanto os contratos de comunicação serão reduzidos. Segundo a Folha, dados da Lei de Acesso à Informação apontam que a empresa tem R$ 112,7 milhões em contratos de prestação de serviço que vencem este ano com quatro empresas: Protemp, Publicom, FSB e Hill and Knowlton.

*Fonte: Folha de São Paulo

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012