19 de agosto de 2022


Neta de Caymmi canta para Iemanjá na Bahia


02/02/2021


Neta de Caymmi canta  para Iemanjá na Bahia

“Dia 2 de fevereiro, é dia de festa no mar, e eu quero ser o primeiro a saudar Iemanjá”, cantava Dorival Caymmi, o primeiro compositor a introduzir na música a orixá mais conhecida do Brasil, e cuja imagem é associada ao mar, além de inspirar artistas de todas as religiões, mas principalmente os baianos como o pintor Carybé, o cineasta Glauber Rocha, além, é claro, de Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Mas a tradicional festa de Iemanjá na praia do Rio Vermelho, em Salvador, não passará em branco embora sem público porque as celebrações serão por lives como as do Festival de Oferendas 2021 que reunirá, nesta terça-feira, 2, artistas como Alice Caymmi e Luedji Luna, às 15 hs, no canal Lalá Multiespaço no YouTube.

Já a cantora Mariene de Castro promove sua live na plataforma Sympla, às 20 hs, cantando desde Prece de Pescador, Conto de areia até O mar serenou, que ganhou  o país na voz de Clara Nunes. Mariene interpretará ainda outras canções em homenagem à Rainha do  Mar.

Festa

Normalmente um dia de festa em Salvador é animadíssimo; hoje  será mais triste devido à proibição de aglomerações. A última festa no Rio Vermelho, no ano passado, começou com Carlinhos Brown e seu grupo desfilando lá pelas 3 da manhã sob aplausos dos moradores do bairro e turistas que aguardavam ansiosamente nas calçadas a batida do músico. Todos dançam pelas ruas até o sol raiar quando os mais religiosos acordam e levam as oferendas para os barcos de Iemanjá que saem à tarde mar adentro bem enfeitados. O povo se aglomera à beira-mar, tomando cerveja e se entope de vatapá, sarapatel e acarajé enquanto as músicas baianas ecoam para a turma dançar. É uma festa espetacular.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012