4 de outubro de 2022


Mortes no Sri Lanka


16/01/2009


O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) pediu garantias de segurança aos jornalistas no Sri Lanka, onde, nos últimos dois anos, foram mortos 14 profissionais da imprensa, em meio ao conflito entre o exército local e o grupo rebelde Tigres de Libertação da Pátria Tâmil. Segundo a Rádio Vaticano, o apelo — endereçado ao Presidente do Sri Lanka, Mahinda Rajapaksa, e publicado no jornal Osservatore Romano — foi assinado pelo reverendo Samuel Kobia, que cita o assassinato de Lasantha Wickremetung, redator-chefe do Sunday Leader, ocorrido na última quinta-feira, 8, como exemplo “da estratégia de morte e violência que busca intimidar os meios de comunicação e censurar a liberdade de expressão e opinião”.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012