LBV distribui 50 mil
cestas de alimentos


19/12/2018


Essa ação se torna ainda mais importante no contexto atual do nosso país. Só para se ter uma ideia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado no início do mês de dezembro, mais de 55 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza. Desse contingente, cerca de 15 milhões vivem em condição de extrema pobreza — ou seja, contam com até 140 reais por mês para sobreviver.

No Estado do Rio de Janeiro foram entregues mais de 3 mil cestas de alimentos. Na capital fluminense, receberam as doações, nesta terça-feira (18), no Centro Educacional José de Paiva Netto (Av. Dom Hélder Câmara, 3.059 em Del Castilho), mais de mil e quinhentas famílias que residem em comunidades da região, entre elas: Alemão, Jacarezinho, Guarda, Bandeira 1, Bandeira 2, Águia de Ouro, Manguinhos, Gretisa e Morro dos Macacos.

A campanha também beneficiou famílias atendidas pela LBV nos municípios de Nova Friburgo, Cabo Frio, Maricá, Niterói, São Gonçalo, Belford Roxo e Petrópolis e ainda, entregou cestas a organizações parceiras que integram o programa de Assessoramento da LBV, na cidade do Rio de Janeiro.
Para alcançar esses resultados, a iniciativa contou com a adesão de artistas, personalidades da mídia, apresentadores, esportistas , empresários e com o comprometimento social da imprensa; todos aderiram a essa ação solidária por meio das redes sociais.

A entrega das cestas, bem como a repercussão da campanha podem ser conferidas no site www.lbv.org ou nas páginas da Instituição nas redes sociais pelo endereço LBV Brasil no Facebook, no Youtube e no Instagram.

A todos que colaboram para proporcionar um Natal digno, mais feliz e sem fome aos milhares de famílias, os agradecimentos da Legião da Boa Vontade e os melhores votos de um 2019 vitorioso, de paz, saúde e realizações

 

Galeria de imagens:

A Diretoria decidiu reabrir o prédio da ABI das 9h às 17h, apenas com serviço de portaria, ascensoristas e funcionários da limpeza, seguindo protocolos mínimos:

– Uso de máscaras;
– Termômetro digital para medir a temperatura dos usuários do prédio;
– Distanciamento de 1,5 metros na portaria entre as pessoas para subir no elevador;
– Os elevadores só poderão levar no máximo 2 pessoas e levarão passageiros do 4° ao 8° andar, o acesso ao 2° e 3° andar será feito pelas escadas;
– Os elevadores terão um recipiente de álcool gel para ser utilizado e serão desinfetados a cada 2 horas ;
– Não poderá haver aglomeração em nenhum andar.

Antero Luiz Martins da Cunha
Diretor Administrativo