25 de setembro de 2022


Jornalistas recomendam


27/07/2007


“Acabo de visitar um lugar adorável, onde passei dias de sonho, deslumbrado com a natureza (especialmente as flores), a bela urbanização, a cidadania exemplar e a poesia urbana que permite contemplações vespertinas de arco-íris e pôr–de-sol. Que maravilhoso lugar para a descontração e o lazer que é Gramado. Penso agradecer aos anfitriões que receberam um carioca encantado com o luxo da Serra Gaúcha. As porteiras do paraíso estão abertas ao visitante cordial que chega, cansado da vida cosmopolita, para se embrenhar na beleza luxuriante dos parreirais saudáveis que produzem o melhor vinho nacional. Se é que me faço entender: ir à Serra Gaúcha e não desfrutar as muitas vinícolas, para degustar vinhos e espumantes incríveis, é caminhar até a metade do caminho da felicidade. Na hora das refeições, visite os espetaculares restaurantes — franceses, italianos, portugueses, alemães, nacionais — e impressione-se com as iguarias, os sabores perfumados e… a cortesia do atendimento! Numa simples lojinha, O Pasteleiro, ao lado da Matriz e do Palácio dos Festivais de Cinema, em frente à Rua Coberta, a variedade e o atendimento deixam visitantes boquiabertos: como é possível tanta gentileza no atendimento, tanto sabor num pastel tão singular? A Serra Gaúcha pode ser um azimute para turistas nacionais e todos deveriam visitá-la uma vez. E o melhor exemplo de sucesso turístico que me ocorre é exatamente a belíssima Gramado, a Cidade das Flores, que devia servir de exemplo a outros paraísos brasileiros, levando a competência turística mais adiante.”

Toni Marins, jornalista e sócio da ABI

“Em 2006, fiz uma entrevista com João Jardim, jornalista, sobre o seu trabalho ‘Pro dia nascer feliz’, documentário sensível que retrata o estado da educação em alguns cantos do Brasil. Os depoimentos são de jovens do ensino médio e de professores de diferentes regiões: Manari, em Pernambuco; Duque de Caxias, no Rio de Janeiro; o rico bairro do Alto de Pinheiros, em São Paulo, e Itaquaquecetuba, a 50 km do Centro da capital paulista. Alunos e mestres relatam as expectativas e dificuldades para ensinar e aprender. É difícil, por exemplo, não se encantar com a pernambucana Valéria, de 16 anos, que recita poesias e transmite uma garra incrível. João Jardim define o trabalho como ‘um diário de observação do adolescente no Brasil em seis escolas’. Qualquer boa locadora tem o filme e vale a pena assistir.”

Thiago Domenici, jornalista, autor do blog http://notarodape.blogspot.com

“Você gosta de seriados de investigação? Gosta de séries ambientadas em hospitais? Gosta de personagens controvertidos e polêmicos? Pois House lembra Sherlock Holmes, mesmo disfarçando o sotaque inglês de seu intérprete — o excelente ator Hugh Laurie, melhor que todos os elencos de ‘ER’ juntos —, e investiga casos intrincados em que os suspeitos podem ser vírus, bactérias e outros ‘bichos’, flagrados, desmascarados e ‘punidos’ por ele no Hospital Princeton-Plainsboro. Ah, ficaram faltando a controvérsia e a polêmica. Quem conhece o Dr. House já sabe: ele tem um gênio (típico dos gênios) dificílimo e, literalmente, cara de poucos amigos, odeia fazer contato com os pacientes e é capaz de barbaridades em nome da medicina (até praticamente matar o doente). Precisa dizer mais? Talvez apenas que, apesar — ou por causa — disso, ele esbanja chame e carisma e é a melhor coisa em cartaz na TV!”

Sol J. Vega, redatora e editora 



                                                               

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012