Jornalista preso na Síria dá palestra no Rio de Janeiro


28/03/2013


Em maio de 2012, o jornalista Klester Cavalcanti saiu de São Paulo com a missão de registrar a realidade da guerra civil na Síria, iniciada em março de 2011. Aguardado em Homs, então epicentro do conflito entre as forças de Bashar al-Assad e dos rebeldes do Exército Livre da Síria, ele pretendia entrar em território sírio pela fronteira libanesa e acompanhar por alguns dias a ação dos rebeldes. No entanto, foi preso pelas tropas do governo sírio, torturado e encarcerado por seis dias numa cela que dividia com mais de 20 detentos.
 
Na próxima quinta-feira, 4 de abril, Klester ministra uma palestra no Rio de Janeiro, sobre a guerra civil nessa região sob uma perspectiva inédita. A experiência no país árabe rendeu o livro Dias de Inferno na Síria, no qual fala sobre os horrores que presenciou enquanto esteve preso. Klester também é autor de “Viúvas da Terra” (Planeta, 2005), “O nome da morte” (Planeta, 2006) e “Direto da selva” (Geração Editorial, 2007) e foi vencedor do prêmio Jabuti de Literatura em 2005 e 2007.
 
O evento gratuito acontece a partir das 20h, na Casa do Saber, na Avenida Epitácio Pessoa, 1164, Lagoa, Rio de Janeiro. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas pelo telefone 2227-2237.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012