2 de dezembro de 2022


Jornalista é preso por desacato na Esplanada


20/03/2018


 

O repórter cinematográfico Carlos Henrique Melo Ferreira é agredido (Imagem: Reprodução)

Um jornalista foi imobilizado, agredido e preso por soldados do Exército na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, no começo da tarde desta segunda-feira (19). Segundo colegas Carlos Henrique Melo Ferreira, de 32 anos, estava indo trabalhar no prédio do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é auxiliar de cinegrafia da TV Justiça.

Testemunhas que presenciaram a agressão disseram que o jornalista usava o crachá do trabalho e se identificou. Mas foi barrado pelos militares. Nas imagens, é possível ver que ele é empurrado para o chão e depois revistado.

O vídeo mostra também o momento em que seguranças tentam impedir a filmagem enviada ao G1. O autor reage, se identifica como jornalista e continua a registrar a ação. Alguns homens, de terno e gravata, chegam a colocar a mão em frente à lente.

A assessoria de imprensa do Exército informou que os militares delimitaram um perímetro de segurança no local, mas Ferreira tentou ultrapassar, a pé, um dos bloqueios. O Exército afirma ainda “que o Sr. Carlos Ferreira foi informado, por diversas vezes, que não estava autorizada a presença de pessoas não credenciadas naquele local. Apesar disso, desobedeceu a ordem de parada e desacatou os militares responsáveis pela segurança do evento”.

Ferreira foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia, no Plano Piloto, onde foi registrado um boletim de ocorrência contra o jornalista por desobediência e resistência.

Ele foi ouvido e depois encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. Ferreira, que vai responder em liberdade, entregou cópia dos vídeos para a Polícia Civil que irá analisar as imagens. À polícia, o jornalista afirmou que não cometeu desacato.

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012