Jornalista é encontrado morto em São Paulo


Por Cláudia Souza*

06/03/2014


Celso Mazieri  ( Foto: Reprodução iG Gente)

Celso Mazieri ( Foto: Reprodução iG Gente)

O corpo do jornalista Celso Mazzieri, 45 anos, foi enterrado na manhã desta quinta-feira, dia 6, em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo. O jornalista estava desaparecido desde a madrugada deste sábado, dia 1º de março, em Porto Feliz, região de Sorocaba(SP).

A família de Mazzieri informou que o jornalista foi visto pela última vez em Sorocaba, na última sexta-feira, dia 28 de fevereiro, por volta das 19h, quando saiu dos estúdios da Rede Brasil, na qual dirigia os programas “Petrúcio Melo Show” e Tarde é Show”, este último apresentado pela modelo Nani Venâncio, que usou as redes sociais para pedir ajuda aos seguidores em relação ao desaparecimento de Mazzieri.

Nesta quarta-feira, dia 5 de março, a polícia apreendeu quatro adolescentes suspeitos do assassinato de Mazzieri. Todos confessaram o crime. Eles serão encaminhados para a Fundação Casa, e deverão responder por ato infracional de homicídio.

Entre os detidos está um jovem de 17 anos, que seria namorado da vítima. Ele disse à polícia que Mazzieri levou os quatro amigos à boate, mas como não voltou para buscá-los no horário combinado, os adolescentes teriam retornado a pé, percorrendo um trajeto de cerca de 15 quilômetros.

Contudo, através de uma denúncia anônima a polícia localizou o carro do jornalista abandonado em um canavial em Porto Feliz. Com isso, o namorado de Mazzieri confessou onde estava escondido o corpo. Ele disse que todos entraram no carro e que um dos menores que estava no banco de trás usou a corda para enforcá-lo. Após o crime, eles esconderam o corpo da vítima em um canavial e foram para um baile funk em Sorocaba.

Corpo de Celso Mazzieri é localizado no interior de São Paulo (Foto: Henrique Pereira/Band)

Corpo de Celso Mazzieri é localizado no interior de São Paulo (Foto: Henrique Pereira/Band)

Imagens do trajeto de 13 quilômetros feito pelo carro do jornalista até a boate estão sendo analisadas. A polícia investiga a participação de um quinto suspeito, possivelmente maior de idade, que poderia ter dirigido o carro.

– O jornalista teria feito promessas de que conseguiria um emprego em comerciais de televisão para os quatro jovens. Como a promessa nunca foi cumprida, eles se sentiram enganados e planejaram o assassinato, afirmou o delegado regional de Sorocaba,  Marcelo Carriel.

 

*Fonte: Portal Terra, Band TV, iG Gente, G1

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012