IFJ denunciacaso de tortura


20/07/2012


A Federação Internacional de Jornalistas (IFJ, na sigla em inglês) condenou a prisão e a suposta tortura do jornalista Mostafizur Rahman Sumon em Bangladesh, informou o site Scoop.
 
Sumon foi preso na última sexta-feira, dia 13, na capital Dhaka. A família do repórter acredita que ele está sendo atacado por seu envolvimento nos protestos contra o assassinato dos jornalistas Meherun Runi e Sagar Sarowar, em março último.
 
“A Federação Internacional de Jornalistas quer que Sumon seja libertado imediatamente e pede um exame médico para revelar a natureza de qualquer tortura que ele possa ter sofrido”, afirmou a entidade. 
 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012