27 de setembro de 2022


Festival de Brasília do Cinema Brasileiro


06/12/2021


Quatro longas concorrem ao Candango no Festival de Cinema de Brasília

Os quatro filmes de longa-metragem que concorrem ao Candango do 54ª Festival de Cinema de Brasília – realizado até 14 de dezembro, de forma virtual – são Mestre de cena (DF), documentário de João Inácio; Acaso (DF), de Luís Jungmann; Noctiluzes(DF), de Jimi Figueiredo e Sérgio Sartório; e Advento de Maria (DF), de Vinicius Machado. Há ainda oito curtas da Mostra de Cinema de Brasília e os 12 que estão na Mostra Competitiva.

O cineasta Silvio Tendler, curador do Festival, ressalta que o evento é o mais importante e longevo festival de cinema do Brasil e que está sendo realizado com dificuldade devido ao segundo ano da pandemia. Dos 743curtas inscritos foram selecionados 74 e ainda 17 longas. O selecionados de longa-metragem  poderão ser vistos no Canal Brasil, às 23h30 e os curtas pelo canal do festival no YouTube e Facebook.

O Festival de Brasília tem 28 títulos selecionados para a Mostra Competitiva Nacional e Mostra Brasília e exibe 21 ficções e nove documentários de onze estados em sua 54a edição. Lea Garcia recebe Candango especial pelo reconhecimento de sua obra. A professora Lucília Marquez e os atores Lauro Montana, Luiz Gustavo, Tarcísio Meira, Paulo José e Paulo Gustavo são os homenageados desta edição.

Filmes selecionados

Mostra de Brasília Curtas: Tinhosa (DF), Rafael Cardim  Bernardes; Filhos da periferia (DF), Artur Gonzaga; Cavalo Marinho (DF), Gustavo Serrate; Tempo de derruba (DF),Gabriela Daldegan; Ele tem saudade (DF), João Campos; A casa do caminho (DF), Renan Montenegro; Virus(DF), Larissa Mauro e Joy Ballard.

Mostra Competitiva de Longas: Mestre de cena (DF), João Inácio; Acaso (DF), de Luis Jungmann Girafa; Noctiluzes (DF), de Jimi Figueiredo e Sérgio Sartório; Advento de Maria (DF), de Vinicius Machado.

Mostra Competitiva de Curtas: Ocupagem (SP) – Joel Pizzini; Terra nova(AM) – Diego Bauer; Filhos da periferia(DF), Artur Gonzaga; Chão de Fábrica (SP), Nina Kojoko; Deus me livre (PR), Carlos Henrique de Oliveira ee Luis Ansorena; Adão, Eva e o Fruto Proibido(PB), R.B. Lima; Como respirar fora d’água (SP), Victoria Negreiros e Julia Fávero;  Cantareira (SP), Rodrigo Ribeyro; Sayonara (SP), Chris Tex;  N.F.Trade(DF), Thiago Foresti; Era uma vez…uma princesa, Lisiane Cohen; Da Boca da Noite À Barra do Ria (PE), Tiago Delácio.

Comissão de seleção de curtas: Adriana Vasconcelos, André Luís da Cunha, Flávia Barbalho, Paula Sachette, Paulinho Sacramento.

Comissão de seleção de longas: Flávia Guerra Maíra Carvalho e Marcelo Santos.

Durante as exibições, o público vai poder vota em seu filme favorito através da plataforma do Festival que, para além do voto popular, também contará com júri formado por grandes nomes do audiovisual no país, sendo cinco profissionais para longas, cinco para curtas e três para a Mostra Brasília. A diversidade e paridade de gênero são diretrizes

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012