Deputado propõe condecoração para a ABI


01/04/2008


Na sexta-feira, dia 11, às 18h, a Associação Brasileira de Imprensa vai receber a Medalha Tiradentes, conferida por iniciativa do Deputado André do PV, em razão da comemoração do Centenário de sua fundação, em 7 de abril. A cerimônia de entrega da comenda será realizada em sessão solene na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

Em ofício enviado à ABI, que reproduzimos a seguir, o Deputado expõe suas justificativas, afirmando que os membros da Alerj se sentem com a honra redobrada, “pois a homenagem terá como cenário o plenário que leva o nome do ilustre brasileiro Barbosa Lima Sobrinho”. A seguir a íntegra do documento: 

Prezado jornalista Maurício Azêdo,

Tenho a honra de comunicar a Vossa Excelência que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro houve por bem conceder à Associação Brasileira de Imprensa, ABI, a Medalha Tiradentes, máximo galardão do nosso Estado, por ocasião dos festejos do centenário da ilustre e benemérita instituição tão venerada pelo conjunto da sociedade civil brasileira.

Conforme o cerimonial da Alerj, de comum acordo com a minha assessoria e a direção dos festejos do Centenário da ABI, a entrega da Medalha Tiradentes será realizada em sessão solene no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, no dia 11 de abril, às 18h.

Como Vossa Excelência pode avaliar, nossa honra é redobrada na homenagem à ABI, pois a homenagem terá como cenário o plenário que leva o nome do ilustre brasileiro Barbosa Lima Sobrinho, um dos presidentes da honrada instituição centenária.

Amparo-me na história da Associação Brasileira de Imprensa, tão bem expressa em seu site, para recordar que a ABI, trincheira inexpugnável da defesa da liberdade de imprensa e dos direitos humanos, mantém vivo o ideal de Gustavo de Lacerda, seu fundador, com o orgulho de nunca ter-se dobrado à intolerância e à violência dos Governos ditatoriais, nem mesmo quando explodiram sua sede.

Nos dias de hoje, a Associação Brasileira de Imprensa mantém-se vigilante na defesa de jornalistas e empresas de comunicação ameaçados em processos que se estendem por diversas cidades e pela extinção da abominável Lei de Imprensa, um dos entulhos deixados pelo regime militar.

Estes são fatos de repercussão nacional que marcaram e marcam a trajetória da ABI e sua missão institucional de bem servir à classe jornalística e ao povo brasileiro.

Atenciosamente,

André do PV, Deputado Estadual e Vice-líder do Governo

    

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012