Crime na Rússia


12/05/2008


Magomed Demelkhanov, um dos acusados pelo assassinato da jornalista Anna Politkovskaya, ocorrido em Moscou em 7 de outubro de 2006, foi posto em liberdade condicional nesta segunda-feira, dia 12. O porta-voz da Procuradoria-geral da Rússia informou que Demelkhanov está em liberdade condicional “porque não participou de forma ativa na execução do crime”. Ainda de acordo com as autoridades russas, sete acusados pelo assassinato de Anna Politkovskaya continuam presos. A jornalista preparava um artigo sobre as torturas sistemáticas na Chechênia, quando foi morta. Cinco dias depois, a reportagem foi publicada por seus colegas.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012