Constrangimentoem Jerusalém


14/01/2011


A Associação de Imprensa Estrangeira (FPA), com escritório em Telaviv, divulgou comunicado à imprensa mundial repudiando a ação de seguranças do Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, que, na terça-feira, dia 11, obrigaram jornalistas a se despirem durante revista para acesso ao local onde Netanyahu concedeu entrevista coletiva. “Estamos conscientes das exigências de segurança, mas é totalmente inaceitável convidar pessoas a uma recepção num hotel cinco estrelas e obrigá-las a tirar a roupa na entrada”, diz o comunicado da FPA.   

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012