Censura e violência


11/09/2008


O Presidente da União Internacional dos Jornalistas Africanos (UIJA), Lanciné Camara, denunciou nesta quinta-feira, 11, o aumento das ações contra a liberdade de imprensa e a degradação das condições de trabalho dos jornalistas no Níger. De acordo com a agência de notícias Panapress, a UIJA e outros grupos de jornalistas africanos lançaram na França, na última semana, uma petição, exigindo a libertação imediata de Moussa Kaka, correspondente da Rádio França Internacional (RFI), e a elucidação do desaparecimento do jornalista franco-canadense Guy-André Kieffer.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012