ANJ pode ir à Justiça contra o jornal El País


Por Cláudia Souza*

27/11/2013


el país brasil

 

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) está avaliando a possibilidade de entrar com uma ação na Justiça contra o jornal espanhol El País, que estreou sua versão brasileira e digital nesta terça-feira, 26 de novembro. A ANJ alega que o ingresso do veículo no mercado nacional fere os princípios constitucionais que limitam o investimento de capital estrangeiro nas empresas de comunicação no Brasil em 30%.

— A ANJ entende que há um claro desrespeito às normas constitucionais. O jornal também vai disputar a publicidade, sinal de que atua como veículo de comunicação no país, disse Ricardo Pedreira, diretor-executivo da ANJ

A Associação informou ainda que enviou mensagem eletrônica para Juan Luis Cebrián, presidente da Prisa, empresa proprietária do El Pais, cobrando esclarecimentos, mas que ainda não obteve resposta.

De acordo com a Folha de S. Paulo, na Junta Comercial de São Paulo, o jornal El País aparece como dono da filial brasileira com 99% do capital. A Prisa teria 1%.

“Vamos manter uma agência de notícias traduzindo reportagens de outros países, mas também produzindo conteúdo próprio. Somos uma agência on-line e, nesse caso, não há restrições ao capital estrangeiro, disse Cebrián à Folha.

Em entrevista ao site Meio & Mensagem, Cebrián qualificou esse limite como “obsoleto” e disse que não concorre com a imprensa nacional tanto em conteúdo como em receita anunciante. “O nosso foco é ibero-americano. Trabalhamos nas notícias mais importantes do Brasil, mas também queremos estabelecer uma ponte com leitores que não são abastecidos pelo conteúdo que já existe”.

*Com informações ANJ, Meio&Mensagem, Folha de S.Paulo 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012