ABI debate questão militar em dia de lançamento de livros


12/12/2022


Por Maria Luiza Busse, diretora de Cultura da ABI

 

Ivan Cavalcanti Proença, professor e decano da Associação Brasileira de Imprensa, relança em quarta edição revista e ampliada O golpe militar e civil de 64, 40 anos depois e debate com o público a atualidade do tema com a escalada da militarização institucional por segmentos das Forças Armadas iniciada há seis anos no governo Michel Temer, com o golpe de 2016, e efetivada com a eleição da família Bolsonaro. Na tarde de autógrafos desta segunda-feira, dia 12, na sede da ABI, também estarão lançando suas produções literárias os jornalistas Nilo Sérgio Gomes, Alexandre Carauta, e Roberto Falcão, e o historiador Fábio Garcia.

Na edição inaugural de 2013, o livro de Proença agregou e imprimiu o caráter civil ao golpe militar que resultou em 21 anos de ditadura no Brasil, da qual foi um dos atingidos pelas perseguições e violências. Na ocasião, o autor era oficial do Exército, capitão do Regimento de Guarda Presidencial, e não aderiu ao golpe de 1º de abril. Ao contrário, salvou a vida dos estudantes reunidos na faculdade de Direito da UFRJ ao se recursar a cumprir a ordem de bombardear o prédio e protegeu os jovens que bateram em retirada. Foi preso, isolado, cassado e perseguido por 20 anos. Ele e a mulher Isis, companheira da vida inteira, foram afastados do magistério universitário e proibidos de prestar concurso público. No jornalismo, já na ABI, era vigiado e suas atividades constam das fichas dos órgãos de repressão.

Também haverá debate com os demais escritores. Nilo Sérgio Gomes traz Imprensa surgente e insurgente na Independência – Memórias do Correio do Rio de Janeiro e de seu redator, ‘hum tal Lisboa, resultado de pesquisa acadêmica sobre o importante e quase desconhecido João Soares Lisboa, editor do único jornal editado em terra brasileira apesar da proibição do governo colonial português. Fábio Garcia assina a obra inédita Gustavo de Lacerda, vida e obra de um jornalista negro catarinense (1854-1909), também resultado de pesquisa acadêmica sobre história e contexto do fundador da Associação Brasileira de Imprensa, entidade que completa 115 anos em 2023.  Alexandre Carauta e Roberto Falcão, responsáveis pela organização de Comunicação estratégica no esporte, autografam a coletânea de 13 artigos de diferentes autores que conjugam saberes do jornalismo, da publicidade, das relações públicas, do marketing, da comunicação organizacional, da gestão de mídia aplicados ao universo esportivo contemporâneo, como o curso transmidiático das transmissões, a globalização das mesas-redondas e a operação de grandes eventos.

O evento presencial no saguão do auditório do 9º andar começa às 15h, aberto ao público e gratuito. Não haverá transmissão on line. A ABI fica na rua Araújo Porto Alegre 71, centro da cidade, metrô estação Cinelândia.

É obrigatório o uso de máscara.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012