Violência em Angola


11/01/2010


O jornalista Stanislas Ocloo, assessor de imprensa da comitiva da seleção togolesa de futebol, o treinador-adjunto e o motorista do ônibus da seleção morreram após o atentado ocorrido na última sexta-feira, dia 8, em Cabinda, Angola, contra o ônibus que transportava a delegação. O veículo foi metralhado por rebeldes separatistas Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC). De acordo com a polícia local, dois suspeitos foram presos na Estrada de Massabi, que liga Angola à República do Congo.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012