8 de dezembro de 2022


Vale desativa barragens e paralisa 10% da produção


30/01/2019


A mina do Feijão na região de Córrego do Feijão, em Brumadinhodepois do rompimento da barragem. — Foto: AFP

O presidente da Vale, Fábio Schvarstman, anunciou que vai desativar todas as 19 barragens a montante iguais às de Brumadinho e Mariana. O ministro de Minas e Energia passou parte da tarde desta terça-feira (29) reunido no ministério com representantes e com o presidente da Vale, que anunciou que vai acabar com todas as barragens semelhantes à de Brumadinho. São 19.

Assim, em três anos, a Vale vai devolver para a natureza a área dessas barragens, todas em Minas. Mas, para isso, nos próximos 45 dias a Vale vai encaminhar projetos para órgãos ambientais do governo de Minas Gerais e só assim poderá parar com trabalhar com o trabalho dessas barragens.

“Nove das 19 barragens já foram descomissionados. Sobraram no entanto dez, que estavam em projeto de descomissionamento também. No entanto, a decisão da companhia foi que, depois que esse desastre aconteceu, não podemos mais conviver com esse tipo de barragem. Consequentemente tomamos a decisão, que foi referendada pelo conselho de administração da companhia na data de hoje, de eliminar, acabar com todas as barragens a montante, descomissionando todas elas com efeito imediato. Para tanto, será necessário paralisar as operações de mineração em todos os sites que estão nas proximidades dessas barragens. Não que nenhum use essas barragens. Essas barragens estão inativas, no entanto, há uma interferência entre a operação e a barragem. Então, a única maneira de fazer o descomissionamento é interromper a operação”, disse Schvarstman.

A Vale produz 400 milhões de toneladas de ferro por ano. Parando com essas barragens semelhantes à de Brumadinho, deixará de produzir 10% desse total. E para parar com essas barragens vai gastar R$ 5 bilhões

Fonte: G1

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012