TV substitui jornalista por apresentadora virtual


23/02/2016


Ana e seu colega de carne e osso. Reprodução do Facebook

Ana e seu colega de carne e osso. Reprodução do Facebook

O Globo postou que a concorrência para apresentar os telejornais italianos ficou mais acirrada. Pelo menos na emissora local DiLucca Tv, na Toscana, onde Anna, uma bela morena apresentou, há alguns dias, o principal telejornal do dia. O detalhe é que Anna é um “avatar”, e a sua presença no vídeo causou grande polêmica no ambiente jornalístico italiano.

A publicação diz que a carreira do belo avatar começou timidamente anunciando os programas da emissora, mas o editor-chefe Manuele Moriconi resolveu lhe dar uma chance no horário nobre.

O texto acrescenta que, diante das críticas feitas pelo sindicato dos jornalistas, o proprietário da emissora e pai do editor Arnaldo Moriconi rebateu: “O jornalista não pode perder tempo lendo notícias. Deve investigar e trazer a notícia ao público. E esse trabalho, que é muito importante e fundamental, não irá desaparecer”, acrescenta o Arnaldo, que assegura que por trás de um apresentador avatar existirá sempre um experiente jornalista.

O sindicato não gostou da declaração. “Não há nada de moderno em eliminar a figura do apresentador de carne e osso. Uma máquina não pode substituir a sensibilidade e inteligência humana e muito menos as expressões de linguagem, olhares, pausas e até mesmos os erros”.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012