TV Cultura demitiu mais de 50 funcionários; sindicato repudiou os cortes


Por Claudia Sanches*

16/07/2015


TV_Cultura1

A Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, demitiu ao menos 53 pessoas na tarde desta quarta-feira, 15.

Segundo relatos de funcionários, na rescisão não havia garantia do pagamento de multa do fundo de garantia nem aviso prévio, o que levou muitos a não assinarem a demissão. Entre os dispensados, estão produtores, editores e diretores. Na sexta, 17, haverá assembleia para os radialistas decidirem se entram novamente em greve.

A RTV Cultura passa por uma crise financeira. Neste ano, o governo estadual reduziu em 20% o orçamento repassado à Fundação Padre Anchieta, e houve uma queda significativa na receita publicitária no primeiro semestre.
Funcionários aguardam confirmação da emissora sobre a possibilidade de novos desligamentos.

Depois da paralisação de atividades no fim do mês passado, um acordo previa que não ocorreriam demissões em um prazo de 30 dias. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) acompanha a situação e destacou que a diretoria da RTV Cultura descumpriu o acordo fechado na Justiça. A entidade repudiou os cortes e manifestou apoio aos trabalhadores. Também enviou um ofício para pedir a confirmação do número oficial de jornalistas demitidos.

*Com informações da “Folha de S. Paulo” e “Meio e Mensagem”

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012