Queda de helicóptero da TV Record mata piloto


10/02/2010


Rafael Delgado Sobrinho

A queda de um helicóptero da TV Record na manhã desta quarta-feira, 10 de fevereiro, na Zona Sul de São Paulo, causou a morte do piloto Rafael Delgado Sobrinho (45 anos) e ferimentos graves no cinegrafista Alexandre da Silva Moura (36 anos), conhecido como Alexandre Borracha, que está internado em estado grave, em coma induzido, no Hospital Itacolomi Butantã.

De acordo com informações divulgadas pela própria emissora, após tentar fazer um pouso de emergência a aeronave “Águia Dourada”, modelo Esquilo, caiu no Jockey Club, por volta das 7h20. Os primeiros socorros às vítimas foram prestados por funcionários do clube, logo em seguida chegaram sete equipes do Corpo de Bombeiros. O piloto Rafael Delgado Sobrinho não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Em nota divulgada para a imprensa, a TV Record diz que a aeronave estava em boas condições e “operando normalmente, atendendo a todos os telejornais da manhã, em sobrevoo pela cidade de São Paulo, quando a equipe relatou dificuldades”. A causa da queda do helicóptero ainda está sendo investigada.

Alexandre Silva de Moura

O acidente com o helicóptero da TV Record foi gravado por uma equipe da TV Globo que também sobrevoava a Avenida Morumbi (Zona Sul), que foi bloqueada com uma carreta por um grupo de bandidos que tentou assaltar uma agência do Unibanco. De acordo o Globo Online, o piloto do Globocop, Dato de Oliveira, afirmou que Rafael fez um contato com ele pelo rádio relatando uma pane na hélice traseira do helicóptero.

O piloto da Rede Globo teria então sugerido ao colega que tentasse um pouso de emergência. Segundo Dato de Oliveira, a iniciativa de Rafael de levar o helicóptero para o Jockey Club foi porque “sabia que aqui ( no Jockey), se acontecesse algo, não atingiria outras pessoas”. Ao contrário do que ocorreria se o pouso tivesse sido feito em uma via expressa.
Conforme informações do Globo Online, o piloto da Rede Globo contou à imprensa que pousou o Globocop no Jockey Club para prestar socorro à equipe da Record. A primeira providência que tomou foi “desligar a bomba de combustível, a bateria e a chave geral do helicóptero para evitar um incêndio”. 

O piloto Rafael Delgado Sobrinho tinha 45 anos. Ele trabalhou na TV Record de maio de 1999 a dezembro de 2007, retornando à emissora em outubro de 2008. Rafael deixa mulher e três filhos.

O cinegrafista Alexandre Silva de Moura tem 36 anos e é funcionário da TV Record desde abril de 2001. Atualmente, exerce a função de coordenador de sistema de TV externo. Ele é divorciado e não tem filhos. 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012