Paysandu proíbe repórter de entrar no estádio Curuzu


20/09/2016


Presidente do Paysandu, Alberto Lopes Maia Filho Foto: Divulgação

Presidente do Paysandu, Alberto Lopes Maia Filho Foto: Divulgação

O presidente do Paysandu Alberto Lopes Maia Filho convocou, nesta terça-feira (20), uma coletiva de imprensa com os jogadores e impediu o jornalista Alex Ferreira, do Grupo RBA, afiliado da Rede Bandeirantes, de entrar no estádio Curuzu. O presidente colocou seguranças em frente ao portão do estádio, que barraram o profissional de realizar o seu trabalho e informar os torcedores.

Segundo o site Futebol do Interior, o dirigente tentou justificar a ação tratando como uma rechaça por um comentário de outro profissional, que trabalha no mesmo grupo, através de uma conta pessoal no Twitter. O jornalista Claudio Guimarães postou em seu perfil um comentário sobre a derrota por 3 a 1 para o Náutico no último sábado, criticando o trabalho de Dado e do presidente.

“Dado só colocou os meias Raí e Rafael Costa no fim. Não está à altura do Papão e digo desde o ano passado. Ele e o presidente”. A imagem circulou no WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens rápidas no celular, e chegou nas mãos de Alberto Maia. Sem capacidade para assimilar uma critica, o presidente usou o Paysandu para responder e acabou impedindo o trabalho de outro profissional do grupo.

O Grupo RBA divulgou uma nota sobre o caso:

“Bom dia companheiros, hoje todos os funcionários do grupo RBA de comunicação (Rádios, TV e Jornal), afiliado a Rede Bandeirantes, foram impedidos de entrar no estádio do Paysandu, minutos atrás, para acompanhar a coletiva dos jogadores, além do treino, em virtude de um decisão do presidente Alberto Maia.

MOTIVO: Críticas ao técnico Dado Cavalcanti e ao presidente Alberto Maia, após a derrota do Paysandu diante do Náutico no último sábado, através de um twitter particular de um membro do grupo RBA.

Lembrando que a Rádio Clube do Pará, que é a única emissora que acompanha atualmente o Paysandu em qualquer lugar que irá jogar (levando narrador e repórter), foi impedida de entrevistar o técnico Dado no pós-jogo na Arena Pernambuco. Naquele momento, foram totalmente desrespeitados e ignorados não somente os profissionais de imprensa, mas um público inteiro que aguardava explicações de todos os responsáveis pelo clube, após mais uma derrota”

Com a derrota para o Náutico, o Paysandu, estacionou na 14ª posição, da Série B do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos, cinco a mais que o Bragantino, com 27, primeira equipe na Zona do Rebaixamento.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012