Ong exige liberdadepara jornalista


05/01/2010


O Grupo Africano para a Defesa dos Direitos Humanos (RADDHO) exigiu a “libertação imediata” do jornalista Hanevi Ould Dehad, da Mauritânia, que continua detido mesmo depois do cumprimento da pena de seis meses por difamação. A entidade considerou a detenção do profissional de imprensa “arbitrária” e se disse “chocada e indignada” porque considera este ato um seqüestro.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012