2 de dezembro de 2022


Jornalismo baiano perde Antônio Jorge Moura


05/10/2017


Antônio Jorge Moura era diretor da Associação Bahiana de Imprensa

 

O jornalista Antônio Jorge Moura morreu na manhã desta quarta-feira (4), aos 65 anos, vítima de um infarto. Ele foi encontrado já sem vida, em casa, por familiares. A informação foi confirmada por Solange Moura, irmã do comunicador. Moura estudou Jornalismo na Universidade Federal da Bahia (UFBA) e começou a trabalhar na área em 1973.

Ele trabalhou como editor de Política no jornal CORREIO e foi um dos primeiros jornalistas a atuar nas áreas de assessoria de imprensa e campanhas políticas na Bahia. Foi assessor do economista baiano Rômulo Almeida e chegou a escrever a biografia dele, que foi publicada pela Coleção Gente da Bahia, da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). O profissional ainda foi assessor do prefeito ACM Neto, durante os mandatos como deputado federal.

Nota Oficial da Associação Bahiana de Imprensa

É com pesar que comunicamos a morte do jornalista e diretor da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), Antônio Jorge Moura, aos 65 anos, vítima de infarto. A notícia foi dada no início da tarde de hoje (04/10) por sua irmã, Solange Moura. O sepultamento acontecerá nesta quinta (05/10), às 16h, no Cemitério Jardim da Saudade, Capela H.

A Diretoria da ABI está consternada com a partida do companheiro, que acabara de assumir a direção da Casa de Ruy Barbosa, importante espaço cultural da entidade. Antônio Jorge iniciou a carreira no jornalismo em 1973, tendo atuado na área de política, como editor do jornal Correio* e no Jornal do Brasil. “Tão tristes quanto surpresos, recebemos esta lamentável informação sobre o falecimento do jornalista Antônio Jorge Moura. Sempre o admiramos pela conduta ilibada no desempenho das atividades de comunicação, e notória era a sua dedicação aos assuntos da ABI, o que nos levou a nomeá-lo diretor da Casa de Ruy Barbosa recentemente, missão para a qual ele vinha se dedicando com muito afinco. O seu passamento, certamente, causa pesar aos que integram a imprensa baiana e fará falta nos trabalhos que se realizam na ABI. Aos familiares, manifestamos nossas condolências”, destacou o presidente da ABI, Walter Pinheiro.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012